Resenha - "Johnny Bleas. Um Novo Mundo", Jõao Gabriel Brene

quinta-feira, 2 de junho de 2016
   Oi, leitores! Antes de começar a resenha, gostaria de dar uma recado de todos nós daqui do Doce Nerds: desculpe-nos por não ter escrito há um bom tempo no blog, mas agora estaremos voltando com tudo. Vamos estar escrevendo uma maior quantidade de resenhas. Aliás, a partir deste post, o blog será especializado nas mesmas. Confira a resenha do livro do nosso parceiro João Gabriel Brene (conheça mais sobre o seu trabalho clicando aqui).
  "Órfão de pai e mãe, Johnny Bleas, tem uma vida confortável com seus tios, Os Case, em uma fazenda no interior do estado. Até que ao acordar certa manhã e depara-se com a horrível cena de assassinato dentro de sua própria casa, a sincronia da sua vida se desfez e seu mundo começa a girar em meio a inesperadas desventuras. O triste som da morte abre as portas para algo que Johnny nunca poderia imaginar. Com o descuido de um passo em falso, ele é levado a uma nova dimensão, um novo mundo onde gnomos, castelos e piratas são apenas o começo. Um lugar mágico em que os enigmas do seu passado são revelados, onde o oculto que por tanto tempo dormiu, renasce e o assassino é descoberto em uma trama muito maior do que o esperado. Asterium, é o novo mundo, onde cada uma das peças do quebra cabeça se reconstitui, à medida que antigas peças se encaixam, novos mistérios nascem a partir de uma profecia que lhe defronta com o medo e a coragem de encarar um novo destino. Depare-se com sua outra metade. Encontre seus verdadeiros dons em Johnny Bleas, uma incrível história de aventuras e fantasias, onde mistérios e feitiços são apenas o começo."
   Primeiramente, gostaria de criticar o trabalho da Editora Pandorga com a revisão desta obra, apesar da encadernação perfeita e bonitas ilustrações na capa. Há muitos erros de revisão neste livro, e quando digo muitos são MUITOS mesmo. Pontos em lugares onde não deveriam, letras minúsculas após eles, falta de travessão em algumas falas são alguns dos erros que encontramos aqui. Contudo, esses são os pontos negativos menos relevantes à tona em "Johnny Bleas. Um Novo Mundo". A começar pela história, que, por sua vez, está repleta de clichês do gênero fantasia. Há elementos copiados de várias obras clássicas da literatura, como "Alice no País das Maravilhas", "O Senhor dos Anéis" e até mesmo a saga "Harry Potter", já considerada, por muitos, um clássico. E essas convenções da trama também foram batidas muitas vezes, inclusive, em livros mais recentes. O grande problema disso, no entanto, é que o autor não consegue modificar esses fatos com criatividade.
    Os personagens são esquecíveis e facilmente despercebíveis, vide o protagonista Johnny Bleas, nada cativante, ingênuo e com diálogos fracos compostos em sua maioria por perguntas, quase nunca há um posicionamento. Falando em diálogos, ademais, estes são pobres e aparecem em um grande número, até exagerado, enquanto as explicações e detalhamento ficam por trás. A escrita do autor, dado tudo isso, não possui riqueza, posto que há repetição desnecessária de termos, o que deixa a leitura péssima e extremamente sacal, em todos os sentidos.
   "Johnny Bleas. Um Novo Mundo" é um livro convencional, possui muitas falhas e desleixos, além do terrível trabalho da editora com a revisão, se salvando apenas pelo vilão, que é um personagem bem desenvolvido e interessante. Mas isso não resgata a obra de uma profunda decepção.

Ficha técnica:
Título: Johnny Bleas. Um Novo Mundo
Autor: João Gabriel Brene
Editora: Pandorga
Nº de páginas: 216
Gênero: fantasia, aventura, ficção
Data de lançamento: 27 de janeiro de 2016
Avaliação: 1,5/5 😖
Onde comprar: Amazon, Submarino, Saraiva

Capa:

2 comentários

  1. O livro é tão lindo, mas realmente a editora fez um trabalho porco, triste, espero q a continuação receba mais atenção.

    Blog Relíquias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente as ilustrações, capa e design do livro são bonitos. Mas a trama e escrita do autor deixam muito a desejar, sem contar os inúmeros erros ortográficos da editora. Vale muito mais a pena realizar a leitura de um dos clássicos, se o que busca é um ótimo livro de fantasia.

      Excluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.