Primeiras Impressões - "Lacrymosa", Juliana Daglio

segunda-feira, 17 de abril de 2017

 Hey doces, hoje vamos falar da autora Juliana Daglio e do seu livro "Lacrymosa" repleto de drama, romance e mistério.
 Recebemos a pouco menos de duas semanas os primeiros capítulos do livro (fazendo parte do projeto Primeiras Impressões) que foi lido a um tempinho já, mas por alguns motivos não tive como postar logo. Mas vamos deixar de enrolação e contar as nossas impressões e expectativas do livro...


 O livro aborda a história de uma garota, que se esconde em uma nova identidade e recria uma vida. Valery Green, uma detetive?! Esse não é o seu nome verdadeiro e nem sua profissão verdadeira. 
 A jovem que tem uma ligação muito forte com seres das trevas, vive algum tipo de maldição. Durante os primeiros capítulos, é possível entender um pouco do pensamento da personagem, mas fica confuso de realmente entender o que se passa.
 No decorrer da história, percebe-se a protagonização, também, de outro personagem, o que seria o Padre, também com uma forte ligação à garota.
 Durante uma missão, Valery encontra uma criança, que pode se deduzir estar "endemoniada", pedindo reforços para o Padre, que se arrisca a dizer que algo de muito ruim pode vim a acontecer.

 Realmente é muito difícil falar de um livro lendo apenas o comecinho, é como julgar alguém ou algo sem realmente conhecer todo o resto, mas esse não foi o pior dos desafios.
 Pelo meu ponto de vista, acredito que seja uma excelente história, cheia de segredos (que quero muito descobrir quais) e vira voltas...
 Há um tempo, comecei a ler livros desse gênero e, juro, não me simpatizei tanto. O fato de envolver aspectos religiosos e batalhas demoníacas me deixa um pouco desconfortável (até mesmo eu, fã assumida de Shadowhunters.) Contudo, isso não me privou de sentir um mescla de sentimentos pela leitura, além de que a escrita da autora realmente nos aprisiona e sempre deixa aquele"gostinho de quero mais".
 Espero ler um pouco mais dessa história em breve e trazer para vocês uma opinião melhor acerca do tema.
 Essas foram as minhas primeiras impressões sobre o livro "Lacrymosa", deixei a sinopse abaixo para que vocês possam entender um pouquinho mais...

 Sinopse:
O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição. Por cinco anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, até ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite - um demônio dentro de uma garotinha. Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na polícia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas. Chas, como ela o chama, é conhecido como o maior Exorcista vivo - a Espada de Sal do Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra o novo inimigo, mas também representa o ponto fraco de si mesma e o acesso a um passado doloroso que pode despertar seus próprios demônios interiores.

Contatos:
 lacrymosa.jd@gmail.com
 Insta: @judaglio2 

Sobre:
 A mitologia foi embasada em diferentes fontes de religião, história e teorias, construindo uma premissa com ideias próprias, criadas na mente dessa autora que vos fala. Muitas das opiniões dos protagonistas e narradores, se distancia em milhas das minhas próprias opiniões, o que tornou o processo de criação deles um desafio sem igual, que mudou para sempre a minha vida e minha relação com o divino. 

3 comentários

  1. Olá, Bia! Não me interessei muito pela história também não, hein. Não curto muito fantasia misturada a religião, mas fica pra quem gosta, né??
    Ótimo post!

    http://circulonerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bia! Sinto muito que não tenha se simpatizado muito com o enredo, mas torço para que você leia a história toda e acabe gostando mais. Feliz por ter se sentido aprisionada à escrita! :D
    Agradeço muito sua participação no projeto e também por ter escrito a resenha. Obrigada pela sinceridade.

    Beijuuuuuus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ju!!! É um prazer recebe-la aqui no Blog junto com a sua belíssima​ obra. Espero muito ler mais sobre o seu trabalho. Muito obrigada pelo carinho! 💜

      Excluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.